É hora da Aula de Ballet online. Minha filha deve participar?

blog-image
Compartilhe

É hora da aula de Aula de Ballet online. Minha filha deve participar? Especialistas da saúde respondem

Não é de hoje que a prática de exercícios físicos através da arte da dança também é incentivada para todas as idades pela medicina, porém com a pandemia de Covid-19 as crianças e os adolescentes deixaram de participar das aulas presenciais de Dança e ensaios nas instituições de ensino da arte da dança. O sedentarismo ocupou o lugar também das atividades ao ar livre praticadas  junto com família em parques, praças e clubes, devido à necessidade de isolamento social.

Mas até que ponto as crianças devem ser incentivadas a se exercitarem mesmo que dentro de suas casas, em pequenos espaços físicos?

Para a psicólogo Dr. Ricardo Soares, a prática de exercícios físicos está intimamente ligada com a concentração, uma vez que tais atividades estão associadas a funções cognitivas, as quais são estimuladas a partir da necessidade de habilidades, consciência corporal, coordenação e esforço físico. “Exercitando-se com frequência o cérebro trabalha de forma mais intensa, colaborando para a melhora das funções cognitivas, como concentração, memória e raciocínio”, explica Soares.

O pneumologista, Dr. Alberto Lima, explica que a atividade física melhora a circulação sanguínea, o condicionamento cardiorrespiratório, o humor e propicia o bem-estar. “Os exercícios físicos deixam as crianças e os adolescentes mais relaxados para enfrentar toda a circunstância da pandemia, além de melhorar a disposição para as demais atividades estudantis”, afirma o médico.

Ele recomenda a participação dos alunos nas aulas de dança apenas para aqueles que já têm consciência corporal e pontua a interação entre professor e colegas. “Muitas vezes, os alunos não ligam a câmera para assistir às aulas, só escutam o professor na comodidade das suas casas, então a atividade física fará com que eles liguem a câmera, troquem de roupa e se prepararem para interagir com o professor e com os colegas”, observa Lima.

Todas as aulas e atividades devem ser coordenadas e supervisionadas pela direção ou coordenado da escola ou academia, inclusive, prever o espaço físico e a estrutura que o aluno terá em sua casa para desempenhar o exercício solicitado.

 

Ajude-nos a manter o trabalho da Dança Brasil!
Nosso jornalismo acompanha e divulga a arte da dança.
Está a serviço da arte da dança e da diversidade de opinião.
Há 27 anos, a Dança Brasil exercita o jornalismo transparente, fiel à verdade factual, atenta à diversidade cultural na área da dança.
Nunca antes o jornalismo se fez tão necessário e nunca dependeu tanto da contribuição de cada um dos leitores.
Faça parte da Dança Brasil! Assine, contribua com um veículo dedicado a produzir diariamente uma informação de qualidade, profunda e analítica.
A arte da dança agradece.
Clique no link abaixo e faça sua assinatura anual por apenas R$ 55,00.
https://checkout.yapay.com.br/transacao/t7ad201b02198eb1521da9bacbcfd6980