Ensino da Dança Pós Pandemia

blog-image
Compartilhe

A pandemia é certamente um dos fatos marcantes do século 21, com impacto em toda a vida social, com desdobramentos ainda muito imprevisíveis sobre as pessoas. Há ainda muitas incertezas sobre tudo isso, mas o fato é que grandes transformações estão sendo "provocadas", nos estilos de vida. É possível que haja manipulação para favorecer essa nova realidade que se quer implantar em todo o mundo, mas há ainda muita especulação e também muitas teorias da conspiração circulando nas redes sociais.  Nesse sentido, é preciso haver discernimento e busca de informações idôneas, com objetividade.

Uma das áreas também mais afetadas é a da Dança. Simplesmente o ano letivo de 2020 foi praticamente desestabilizado, para não dizer perdido, que seria uma expressão forte, tendo em vista que o ano ainda não acabou. Mesmo assim, o transtorno foi inevitável, que colocou pais, professores, e também alunos, especialmente os babys e primeiras sérias, sem muitas opções diante disso tudo. Em relação ao ensino a distância (online), funciona muito pouco com adolecentes e adultos, mas nos demais níveis (básicos), há sério questionamentos quanto a sua eficácia, pois nesta fase é imprescindível a presença de professores na formação  dos alunos.

E mais: boa parte não tem os meios tecnológicos e infra-estrutura (piso flutuante, barras etc) em suas casas adequados para atender as novas demandas. O retorno às aulas em vários países, inclusive no Brasil, após a pandemia, suscita inquietações. Mesmo assim há que enfrentar a nova situação, há que viver e buscar de modo responsável as novas possibilidades de aprendizado. Esperamos que realmente esse novo tempo seja renovado por esperança, de que seja possível superar essa fase atípica, para que a arte da dança cumpra a sua finalidade social,  e também formarmos a base da nova geração de artistas da dança.

Por Eleusa Lourenzoni

Ajude-nos a manter o trabalho da Dança Brasil!
Nosso jornalismo acompanha e divulga a arte da dança.
Está a serviço da arte da dança e da diversidade de opinião.
Há 27 anos, a Dança Brasil exercita o jornalismo transparente, fiel à verdade factual, atenta à diversidade cultural na área da dança.
Nunca antes o jornalismo se fez tão necessário e nunca dependeu tanto da contribuição de cada um dos leitores.
Faça parte da Dança Brasil! Assine, contribua com um veículo dedicado a produzir diariamente uma informação de qualidade, profunda e analítica.
A arte da dança agradece.
Clique no link abaixo e faça sua assinatura anual por apenas R$ 55,00.
https://checkout.yapay.com.br/transacao/t7ad201b02198eb1521da9bacbcfd6980