O futuro do ensino híbrido da dança é a grande tendência para as escolas no pós- covid-19

Compartilhe

O futuro do o ensino híbrido da dança é a grande tendência para as escolas no pós- covid-19

O chamado blended learning que já estava em ascensão, vai crescer ainda mais após a pandemia.

Em meio a tantas mudanças no cenário do ensino da dança trazido pela pandemia do novo corona vírus, a capacitação dos professores para a nova realidade se faz emergente. O formato que encontra maior ascensão na área da dança é o ensino híbrido, considerado a grande tendência na área da dança para o futuro. Trata-se de uma mistura entre o ensino presencial e o online, que prevê um mix entre a sala de aula convencional e conteúdos produzidos com apoio de ferramentas de tecnologia, que vão invadir mais fortemente a vida dos aspirantes aos palcos do mundo pós-pandemia.

A adoção do método exige uma reorganização do tempo de sala de aula, junto com um novo plano pedagógico. O professor ganha um papel também de mentor, apto a impulsionar os alunos em direção a uma postura crítica, acompanhando as questões individuais e dando vazão ao que melhor funciona no aprendizado de cada estudante.

Por isso, é muito importantes que arte educadores, autoridades, gestores de escolas e academias de dança devem se unir para debater os desafios e futuro do ensino da arte da dança no pós-pandemia, além do novo olhar para gestão e o mercado das escolas e academias de dança e ainda, até o papel dos pais e da família na educação dos alunos, passando protocolos para o retorno às aulas.

Por Eleusa Lourenzoni - Formada em dança pela, Escola Municipal de Bailados de São Paulo (1977),   Royal Academy of Dance de Londres (1981) e graduada pela Universidade Belas Artes de São Paulo em   História da arte especializada na terminologia do Ballet e História da Dança (1986). Vice Presidente no   Brasil do Conselho Internacional da Dança - CID Unesco. Ministra workshops para professores de ballet e   instrutores de dança, tem publicado dezenas de vídeo-aulas - Baby Class, Iniciante, Avançado, Pontas e   Ballet Adulto. É Diretora Artistica e Curadora do Festival Dança Brasil – Seletiva Joinville, professora   convidada no Studio Puls (Berlin), representante em Portugal do Festival Tanzolymp (Alemanha) e Co-   produtora do Aveiro Intensive Dance Summer. Nos Estados Unidos faz parte do júri e ministra aulas no   World Ballet Competition (Orlando), Summer no Central Florida Ballet (Orlando) e do Dance Art Criative   (Nova Iorque), em Portugal ministras aulas no Centro de Dança do Porto e nas cidades de Guimarães, Aveiro e Lisboa, no Brasil tem seu Studio onde realiza estudos, aulas para professores e profissionais, além de coach para solistas.

 

 

Ajude-nos a manter o trabalho da Dança Brasil!
Nosso jornalismo acompanha e divulga a arte da dança.
Está a serviço da arte da dança e da diversidade de opinião.
Há 29 anos, a Dança Brasil exercita o jornalismo transparente, fiel à verdade factual, atenta à diversidade cultural na área da dança.
Nunca antes o jornalismo se fez tão necessário e nunca dependeu tanto da contribuição de cada um dos leitores.
Faça parte da Dança Brasil! Assine, contribua com um veículo dedicado a produzir diariamente uma informação de qualidade, profunda e analítica.
A arte da dança agradece.
Clique no link abaixo e faça sua assinatura anual por apenas R$ 55,00.
https://checkout.yapay.com.br/transacao/t7ad201b02198eb1521da9bacbcfd6980